• moodle

    Moodle

    Plataforma de ensino online do Agrupamento
  • giae online GIAE Online

    Gestão Integrada da Administração Escolar
  • emailWebmail AEPG

    Acesso rápido para login no e-mail institucional
  • exames provas

    Provas

    Finais, equivalência à frequência e aferição
  • ementas escolares

    Ementas

    De todos os nossos refeitórios escolares
  • sase

    SASE

    Serviço de Ação Social Escolar
  • matriculas

    Matrículas

    Página de atualização de dados e matrículas
  • estatistica

    TOP dos 10 +

    Os artigos mais populares da pág. Web A.E.P.G.

Publicação n.º 4_4 de abril_2019

 

Estratégias de autorregulação: Indisciplina com Disciplina

O grande desafio atualmente na educação é o combate da indisciplina nas escolas! Mas como?
Na aula de Português do sexto ano F, novas ideias foram surgindo para que os alunos melhorassem o seu comportamento, sentissem a sala como sua e se escutassem a si próprios e aos outros. Neste momento três são os momentos pedagógicos praticados:
      • Os alunos entram em fila, cumprimentam cordialmente a professora e vice-versa; são estas “conversas” iniciais que poderão ser a linha condutora da aula;
       • É desenhado o Comportómetro (início da aula) – este “mede” o comportamento dos alunos na aula. No final de cada tempo letivo, um aluno é escolhido para refletir sobre o comportamento geral da turma, e democraticamente, é preenchido o Comportómetro;
       • Mindfulness- sob orientação da docente Lúcia Pinto, no início da aula, e utilizando música relaxante durante alguns minutos, os alunos realizam técnicas respiratórias e tentam encontrar a concentração/energia necessárias à realização da aula. Isto porque, existe uma necessidade cada vez maior do aluno/ indivíduo se conhecer a si próprio, de saber lidar com as suas emoções/problemas e de refletir sobre o que o rodeia, respeitando o espaço e o comportamento que deverá ter neste. Gradualmente, tem vindo a haver uma redução significativa da impulsividade, uma melhoria da concentração, das relações interpessoais e da autoestima; o que tem sido bastante positivo especialmente nos tempos letivos da tarde.

Para além das técnicas anteriormente referidas, é de salientar que há um apelo constante à inteligência emocional/motivacional dos alunos utilizando a pedagogia positiva. O objetivo é que eles se sintam parte importante da turma, para tal, não são marcadas faltas disciplinares (nesta disciplina), pois, estas nada ensinam ao aluno, pelo contrário, acentuam a negatividade e não passam de meras faltas! Isto porque, a presença de cada um dos alunos na aula é importante para a sua aprendizagem e crescimento e não a sua ausência!

A docente,
Lúcia Pinto

  • a
  • b
  • c
  • d
  • e
  • f